DE ONDE VEM AS PALMAS

Senta que lá vem história...

O ClapMe nasceu com o desafio de proporcionar mais visibilidade e reconhecimento financeiro aos milhões de artistas espalhados pelo mundo. Músicos, humoristas, dançarinos e por aí vai. Esperamos que todos, se não for pedir demais, tenham condições de sobreviver daquilo que amam fazer: arte.

Em relação ao público que apoia, aplaude e crê no ditado "o show não pode parar”, o ClapMe busca uma evolução constante para proporcionar as melhores experiências. Queremos que os fãs se aproximem cada vez mais de seus ídolos. Assim como queremos que os assíduos por descobertas encontrem sempre um novo talento em nossos palcos.

E por falar em palco... Com base no conceito de “palco virtual", o ClapMe acredita na soma e na multiplicação. Somos agregadores. E temos a premissa de fazer sentido a todos os agentes do cenário cultural. Produtores, gravadoras, estúdios, plataformas musicais, casas de show e até mesmo marcas. Se visamos o mesmo mercado e resultado, por que não trabalharmos juntos?

Por fim, vale reforçar: estamos na torcida para que os nossos filhos cresçam em um mundo onde não haja economia de aplausos.

E VOCÊ, QUER APLAUDIR OU SER APLAUDIDO?

A TEORIA DA MULTIPLICAÇÃO

Como Jagger e Richards, como Tom e Vinicius... Nossos parceiros e amigos que não cansamos de aplaudir.

A BANDA QUE TOCA O CLAPME

Nossos investidores e apoiadores que ajudam a construir O Maior Palco do Mundo.

QUEM APLAUDE O CLAPME

Se continuar desse jeito, a nossa orelha vai ficar até quente..